02/07/2013

Resenha - Entre o Agora e o Nunca - J.A. Redmerski


Camryn Bennet tem 20 anos e está sofrendo de depressão. Não é pra menos, ela perdeu seu namorado Ian, seus pais se divorciaram e seu irmão Cole foi preso por atropelar e matar um cara. Além disso, começa a trabalhar numa loja de departamento só pra fazer a mãe mais feliz, pois, não gosta nem um pouco do trabalho. Sobrevivendo com todos esses acontecimentos a gota d’água é quando briga com sua melhor amiga Nat. A amiga não acredita quando Cam conta que seu namorado tentou agarrá-la e a relação das duas parece chegar ao final.

Perdida, decepcionada e sem esperanças , Cam vai pra rodoviária e pega um ônibus pra primeira cidade que vem à sua cabeça e assim, começa sua viagem pra Idaho, bem distante de sua casa na Carolina do Norte.

Em um dos ônibus, ela acaba conhecendo Andrew Parrish, um cara lindo, descolado e que adora ouvir os fones de ouvido no último volume. A atração é instantânea e em pouco tempo sentimos que os dois estão conectados.

Adorei a forma como o relacionamento dos dois foi construída, não ficou nada forçado, nada apressado e torcemos realmente para que os dois fiquem juntos.

Andrew chega ao seu destino, mas não consegue deixar de ficar preocupado com Cam, que viaja sozinha. Depois de uma situação tensa vivida por ela, o rapaz decide não deixá-la mais sozinha. Por isso, ela acaba o acompanhando até o hospital onde o pai do garoto está nas últimas. A intimidade com eles crescem e os dois iniciam uma viagem pelos EUA, sem destino certo e sem muito planejamento.

O livro é um sucesso do chamado, New Adult, onde os protagonistas não são mais adolescentes. Cam tem 20 anos e Andrew, 25. Gostei de sair um pouco do ambiente escolar. Até porque é uma faixa etária mais parecida com a minha.

O livro é escrito em primeira pessoa, com pontos de vista de Cam e Andrew. Confesso que não gosto muito de alternâncias de ponto de vista, mas nesse livro nem me incomodou muito.

Cam é uma menina que tem ideias incomuns, quer viajar o mundo e Andrew também. Eles não querem se prender a esse plano traçado que todos temos desde que nascemos. Ir pra faculdade, arranjar emprego, casar, ter filhos... E por aí vai. Mas, o final segue por esse caminho e aí que a história perde o que tinha de mais legal e meio que desanda.

Outro ponto que foi extremamente negativo para mim foi uma passagem bem machista. Onde observamos a seguinte fala de Andrew:

“Se uma garota faz muito isso – ele encomprida a palavra “muito”, com um sorriso enojado -, aí vira coisa de vadia, claro.”

Minha opinião é de que uma escritora tem que combater de todas as formas os estereótipos e preconceitos vinculados ao sexo feminino. E essa simples passagem traz uma carga bem pesada ao livro. Afirma mais uma vez para as garotas que sexo é algo errado, que querer é algo sujo, que fazer é coisa de? Vadia! Principalmente num livro onde os personagens buscam exatamente isso, quebrar padrões impostos pela sociedade

Ainda sim recomendo, mas, aviso que o livro tem muitos palavrões e cenas de sexo.

7 comentários on "Resenha - Entre o Agora e o Nunca - J.A. Redmerski"

Ana Paula Pasinato on 4 de julho de 2013 08:48 disse...

Esse livro é muito lindo... Uma leitura fácil e um final muito emocionante... vale apena ler... :)

Taci Porto on 10 de julho de 2013 00:15 disse...

Ei, eu ainda não li o livro. Quando lançou aqui no Brasil não imaginei que o livro fosse tão bem falado. Li algumas resenhas relacionadas e ele, e confesso que estou interessada.
Amei a resenha.

Beijinhos.
Carinho das Palavras

Igor Dantas on 17 de julho de 2013 02:44 disse...

livro maravilhoso!!!

Ádyla Barreto on 4 de agosto de 2013 13:59 disse...

Você exagerou só um pouco sobre a visão machista. Não chega a tanto. O que Andrew falou é a verdade. O livro não deixa de ter uma pitada de preconceito sobre a relação dos dois personagens principais ser um pouco machista, mas Andrew só está cumprindo o papel do filho de um pai tão severo.

Cibele Ramos on 5 de agosto de 2013 18:11 disse...

Esse livro, infelizmente, tem um bocado de pensamentos machistas especialmente com relação a sexo, como quando o Andrew divide as mulheres entre as que servem pra te fazer um sexo oral e as que servem pra namorar. Muito tenso e desnecessário.
Beijos ;*

Taci Porto on 11 de agosto de 2013 12:34 disse...

Eu não acredito que não li esse livro :/
Quero ler logo, logo :)

Beijinhos.
carinho das Palavras

Anônimo disse...

Um dos melhores livros que ja li, conserteza!!!!

Postar um comentário

Gostou? Não? Dê sua opinião!
- Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.
- Todos os comentários serão respondidos aqui mesmo.

Seguidores

 

Loucas Por Livros Copyright 2009 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipietoon | All Image Presented by Online Journal